domingo, novembro 01, 2015

CASIO CA53W1Z - O retorno de um clássico oitentista




Sincronize seus relógios. 

O futuro está chegando...



Todo mundo deve se lembrar da popularidade dos relógios com calculadora, nos anos 80 e 90, graças ao sucesso de público conquistado pela linha Casio Databank durante a era gloriosa do nerdismo – tempos dos Video Games, aparelhos de rodar K7/VHS, os primeiros computadores e celulares pessoais, alguns elementos ancestrais da nossa obsessão tecnológica. Tudo isso naquele universo icônico oitentista, roupas coloridas, o Ray Ban Wayfarer, os jogos 8-Bit, a música Pop/New Wave, os cabelos com mullets, o cubo mágico de Rubik, os filmes de adolescente de John Hughes, dentre tantas outras referências...

Os anos 80 construiram um legado cujos ícones nos influenciam até hoje. Não dá para pensar na época sem mencionar o boom dos relógios Casio, uma importante organização internacional que surgiu em 1946 e foi responsável por lançar a primeira calculadora elétrica e compacta em 1957. A marca também foi pioneira por ter lançado um dos primeiros relógios eletrônicos de pulso, o Casiotron de 1974, e relógios adaptados contra choque mecânico e perfeitos para esportes pesados, caso do primeiro G-Shock, em 1983.
Vamos dar uma espiada hoje nas curiosidades por trás da história de um dos relógios mais hipnotizantes da marca. Nada mais justo do que aliar as duas grandes armas da empresa para criar um relógio digital com calculadora. Eles eram conhecidos pela linha Casio Databank e permitiram uma revolução para o relógio de pulso: o armazenamento de informações. Relógios com calculadora já existiam desde os anos 70, porém a Casio diversificou os modelos e expandiu sua funcionalidade aliando a calculadora ao armazenamento de dados - o grande conceito do Databank.


Caixa compacta e elegante do modelo ao qual dedico este texto:
Casio CA-53W-1Z.


O primeiro Databank Calculator Watch foi o CD-40, lançado em 1983. Multifuncional e dinâmico, este modelo permitia o uso de calculadora, alarme, cronômetro e o bip a cada hora corrida. Em 1984, a Casio lançou o modelo cujo design seria o grande sucesso de sua década, o CA-50. Ícone de nerdismo que apareceu posteriormente no pulso de inúmeros artistas e já foi re-desenhado inúmeras vezes, provando que não sairá tão cedo do gosto dos colecionadores. Para conferir outros modelos da mesma década, clique aqui.


Poster de divulgação do filme Back to the Future II

Um dos momentos ilustres para o modelo CA-50 foi quando o personagem Marty McFly aparece usando o relógio na trilogia de Robert Zemeckis - "Back to the future", 1985. Com a popularidade deste que é no Brasil um clássico da sessão da tarde, o relógio ganhou cada vez mais o fetiche de um acessório de estilo, compondo a ideia principal da trilogia: um garoto que atravessa o tempo - ele é descolado e cool.

Marty McFly é o garoto exemplar numa época caótica. Ele vai precisar de utilizar o tempo para resolver as peripécias de uma aventura na qual se meteu sem nem perceber. McFly e seu amigo Doc, um cientista amalucado e criador de uma máquina do tempo, vão parar nos anos 50. Na parte II, eles vão para o futuro e, na parte III, encontram-se no velho oeste. A parte curiosa disso tudo é que a representação do futuro para esta trilogia de Spielberg e Zemeckis se dá em 21 de outubro de 2015. Está bom para vocês, ou querem mais?

Assim como a narrativa dos filmes preza por duas instâncias de tempo diferentes, o Casio Calculator Watch que Marty McFly utiliza para contar o tempo possui a função DT, o Dual-Time, uma maneira de armazenar simultaneamente dois contadores de tempo: uma curiosidade nerd e tanto.


Cenas de Back to the future, 1985: Marty McFly e seu Casio CA-50.

A notícia boa para os apreciadores é que a Casio continua fabricando o relógio com fidelidade ao original, a diferença é que agora o re-lançamento responde pelo código de CA-53W-1Z, possui poucas diferenças do seu original, o CA-50, uma delas é o fato de ser à prova d'água - apenas respingos e chuvas leves, nada de mergulho. Além disso, há alguns detalhes no design da pulseira e as cores de algumas informações no teclado que mudaram sutilmente. Tirando estes detalhes, a impressão é de voltar no tempo com um relógio que vai ter aquele cheirinho de plástico novo.

A figura abaixo é uma referência de ambos modelos para comparação. CA-50 à esquerda, o modelo de 1984.
CA-53 à direita, o modelo fabricado atualmente, com a marcação WR - Water Resist, no canto superior direito.




Consegui adquirir o CA-53 por um preço bom na Walmart. Recomendo que procurem nas lojas brasileiras, pois assim será possível receber o cupom com a garantia de 12 meses para qualquer assistência da Casio em território nacional. No Brasil, o preço do relógio pode variar entre R$120-190, dependendo da loja. Na Amazon, ele custa entre $14-20, apenas.

Confiram abaixo as principais funções deste modelo:

Instruções...

Marcação nº1 - Este é o botão MODE. É com ele que podemos trocar de tela no visor para conferir todas as possibilidades que o modelo permite. Para mudar o "modo", pressione-o.

Marcação nº2 - Este é o botão SET/ADJUST. É com ele que podemos configurar a hora e o alarme.

Rosa - Botão utilizado para adição (+) e para começar o contador do cronômetro.
Verde - Botão (zero), na calculadora, utilizado também para zerar o contador do cronômetro.
Azul - Botão (quatro), na calculadora, utilizado também para ligar/desligar alarme.
Vermelho - Botão utilizado para multiplicação (x) e para ligar/desligar o bip a cada hora corrida.
Amarelo - Botão utilizado para divisão (/) e para conferir data (ano/mês/dia), no modo de hora padrão.
Todas estas funções do CA-53 são muito fáceis de serem acessadas. É um relógio simples, dinâmico e estiloso. Quando apertamos o botão MODE pela primeira vez é a calculadora que vemos logo em seguida, uma boa opção para contas simples do dia-a-dia. Mudando novamente, a tela seguinte é o alarme, facilmente ajustado com o botão SET/Adjust e depois acionado apenas com o botão (4). Depois do alarme, temos o DT - Dual Time, que serve para armazenar um outro horário que vai correr de maneira paralela ao visor de hora padrão, uma boa opção para quem quiser registrar a diferença de fuso horário de outra cidade ou país. Isso é possível com o DT. Saindo do DT, a tela que segue é o cronômetro, facilmente utilizado com a tecla (+) e o botão (zero). Apertando o botão MODE novamente, voltamos à tela inicial. Simples, não é? Vale lembrar que ambos os formatos 12h e 24h estão disponíveis, basta fazer sua escolha no momento da configuração da hora.

UNBOXING

Logo após a retirada do lacre, visão interna da caixa preta.




Dentro da caixa, encontramos coisas importantes. Essa é a papelada inclusa: uma etiqueta no relógio indicando autenticidade (fotos da esquerda), o cartão de garantia e o manual de instruções, traduzido em diversos idiomas.

Depois de aberto, a primeira coisa que queremos fazer é ajustar a hora. Lembre-se de dar uma passada de olhos no manual, não custa nada. De qualquer forma, trata-se de um modelo clássico e o funcionamento dele é simples, ou seja, dificilmente algo dará errado. Este é, de fato, o charme do Casio CA-53. É elegante e objetivo, como aquelas peças de roupa preta ou um bom par de jeans, nunca envelhecem.


Espero que o post ajude os leitores indecisos a conhecer melhor do que se trata esta pérola - o Casio CA-53W-1Z e a pesquisar mais sobre esses aparatos fantásticos que funcionam como verdadeiras máquinas do tempo para nós, nostálgicos. Até a próxima !

GREAT SCOTT!!! Até o renomado economista Milton Friedman
tinha uma paixão pela Casio...

3 comentários:

  1. Parabéns pela matéria! A única coisa que não gostei foi o tamanho do mostrador digital!

    ResponderExcluir